Cineasta Eva Pereira foi um das convidadas da 3ª edição do SPCine

Cineasta Eva Pereira foi um das convidadas da 3ª edição do SPCine

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

A cineasta tocantinense Eva Pereira esteve em São Paulo debatendo a Democratização das Narrativas na produção audiovisual brasileira, na 3ª edição do 3º Fórum Spcine, que trouxe convidados nacionais e internacionais para uma reflexão sobre diversidade, inclusão, internacionalização e memória do audiovisual brasileiro. O evento teve início na quarta-feira, 26, e seguiu até este sábado, 29.

Eva Pereira, CEO da Cunha Porã Filmes, participou da programação para debate no painel “Descentralização das narrativas: O Audiovisual nas Periferias”, que aconteceu na Cinemateca Brasileira e contou ainda com a participação de outros renomados profissionais do Audiovisual no País e no mundo, como Andrea Barata, da O2 Filmes e jurada do Oscar; da Kondzilla e CCO da Branded Contente; e David Alexander Andrade Lenin, da Astúcia Filmes e Quitus. De acordo com a cineasta, a proposta foi a de discutir a importância de desconstruir a imagem estereotipada das comunidades periféricas, destacando experiências bem sucedidas de talentos desses territórios. “São Paulo é a maior indústria do audiovisual brasileiro e eu tive o privilégio de dividir espaço de fala com grandes potências do mercado audiovisual no País. Estou muito honrada por esse espaço de representatividade”, expressa a cineasta. Mais do que a oportunidade como cineasta de participar do SPCine, Eva Pereira destaca a importância de ocupar espaço de fala em São Paulo como mulher amazônica, realizadora nortista, tocantinense e negra. “É grande e histórico esse momento, pois eu represento muitos brasis que passam a ter voz e vez para falar de políticas públicas para a cultura no nosso País. Então, poder discutir isso dentro do fórum que é um dos maiores do nosso País e realizado pela empresa que é o pulmão do audiovisual no País é muito especial”, complementa Eva.

SPCine

Realizado pela Spcine, empresa de fomento ao cinema e audiovisual da Prefeitura de São Paulo, o evento reuniu especialistas de diversas partes do Brasil e do mundo para discutirem o que há de mais relevante sobre o setor audiovisual brasileiro e vem se consolidando no calendário cultural cidade e atraindo cada vez mais estudantes, pesquisadores, players e autoridades de diversos segmentos culturais. O tema do evento neste ano foi “Fomentando a Diversidade e a Excelência na Indústria Audiovisual Brasileira”, com mais 20 atividades gratuitas entre sessões de debate, painéis, lançamentos e masterclasses que remetem à diversidade, à inclusão, à internacionalização e à memória do Audiovisual Brasileiro. Eva Pereira Roteirista, diretora e produtora audiovisual. Com 25 anos no mercado é considerada uma das mais atuantes profissionais da Região Norte e, rompe fronteiras ao assinar trabalhos para players/canais, como: Disney Plus, Amazon Prime, Globoplay e TV Globo. Em 2023 foi a única diretora mulher na competitiva de longa ficção do 51° Festival de Cinema de Gramado (RS) com o filme “O Barulho da Noite”, que também esteve na 47ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e foi selecionado para a Mostra Competitiva da 15 edição do FEStin – Lisboa (2024). Ainda em 2023 – Dirigiu e produziu o episódio “AnaVitória” para a série original da Disney Plus “Minha Música, Minha Terra,” (disponível no catálogo) Em 2022 Dirigiu e produziu o episódio “Glória Groove” para a série da Disney Plus “A La Música Está Servida”, disponível no catálogo. 2022/2023 – Coproduziu e dirigiu a série documental “Elas Por Elas e Por Nós) ( in finalização).

É roteirista e diretora da série documental “O Mistério de Nhemyrõ” disponível Amazon Prime. Assina roteiro e direção do ep.6 do longa “Palmas eu gosto de tu”. Atualmente se dedica a préprodução do longa ficção “Luziléia – O sertão em meus Olhos” ( direção e roteiro). E em 2025, dirigirá TKAI KRA – Filha da Terra.

Hayla

Hayla

Comente

Relacionadas

Outras postagens