Cantora Maria Eugênia traz ao Tocantins show em comemoração aos seus mais de 30 anos de carreira

Cantora Maria Eugênia traz ao Tocantins show em comemoração aos seus mais de 30 anos de carreira

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Uma das vozes femininas mais importantes, reconhecidas e afinadas da música popular goiana, a cantora Maria Eugênia estará no Tocantins para show no dia 29 de Junho, no Teatro Sesc Palmas. Com entrada franca e classificação livre, a artista trará o seu musical “Maria Eugênia – Turnê 30 Anos” que celebra três décadas de sucesso de seu primeiro disco.

A apresentação em Palmas integra projeto de turnê nacional, em que a artista aponta seleção de cidades onde tem histórias, sendo elas Palmas, São Paulo e Niterói. “A proposta é de comemorar os meus  30 anos de carreira com amigos, músicos, artistas e fãs, pessoas que fizeram este tempo passar com leveza , arte, e sobretudo muito amor”, expressa a cantora.

A realização é da Lume Produções Artísticas com patrocínio do edital Circula Goiás – Difusão da Arte e Cultura Goiana, da Lei Paulo Gustavo (LPG), via Secretaria Estadual da Cultura de Goiás e Ministério da Cultura, do Governo Federal.

Potência

Em seu show, a cantora apresenta uma seleção de canções que resume a história da MPB e outros sucessos de seus discos. Reconhecida como “Cantriz”, os álbuns de Maria Eugênia revelam a potência, beleza e maturidade técnica de sua voz. Mostram também, todavia, a impossibilidade de se lhe atribuir apenas um ou outro adjetivo: graciosa, agressiva, ingênua, sedutora, matreira ou o que seja, todos eles se revezam para dar contorno à personalidade de cada canção por ela interpretada.

Disco

Maria Eugênia lançou seu primeiro disco solo, em 1992, Maria Eugênia, produzido por Ricardo Leão. Com o impulso de uma extensa campanha publicitária para o BEG, protagonizada juntamente com o cantor Marcelo Barra, lançou o CD Dois Gumes, em 94, residindo no Rio de Janeiro. Com ele, começou a se apresentar também em outros Estados. Em 1997 lança o CD Pindorama, pela lei Rouanet, produzido por Luiz Chaffin.

Com o CD Pindorama, é escolhida para apresentar seu show na EXPOLisboa, 1998, em 5 apresentações no pavilhão do Brasil. É a primeira mulher goiana a receber o título de “Oficial da Ordem do Rio Branco‟, do Itamaraty, pelos serviços prestados ao Brasil no exterior. Este espetáculo, “Uma Viagem Através a Música do Brasil‟ é gravado em CD duplo, ao vivo em Goiânia, no ano de 2000 e em DVD, em 2008, no Teatro da Trindade, em Lisboa, Portugal.

Juntamente com Pádua, João Caetano e Fernando Perillo, no projeto Canto da Gente, se apresenta no Festival de Jazz de Viena, Áustria, em 2000. Seguem-se vários CDs em carreira solo: Jeito de Olhar, Maria, Alma Leve, O Samba Me Diz, Maria.Com, Viver e Sorrir e Eu Canto. Em 2018 lança o CD “Fui Eu”, com regravações de sucessos dos anos 80. Em 2005, grava seu primeiro DVD, Maria Eugênia Ao Vivo, primeiro 5.1 do Centro-Oeste. Em 2010, Coisa Musical. E em 2015, Minha Natureza. Todos exibidos pelo Canal Brasil.

Biografia

Maria Eugênia iniciou a carreira em 1986, com premiações em festivais e participando de shows e discos de compositores goianos. Formou-se em piano erudito em 1990. Seu primeiro disco (que levou seu nome) veio em 1992. Sua mais importante turnê internacional foi de 1999 a 2009, no projeto “Solo Brasil”, com o espetáculo “Uma Viagem Através da Música do Brasil”. Esse trabalho foi mostrado pelas Américas Central e do Sul, em mais de 20 países como Venezuela, México, Cuba, Jamaica, Bahamas, Argentina, Uruguai e Paraguai. Na Europa, apresentou-se na Expo Hannover (Alemanha).

Interpretando a canção Companheiro (Naire/Tibério Gaspar), foi tema de abertura da novela Araguaia, da Rede Globo. Ainda na Globo, participou de programas como Som Brasil, em homenagem a Chico Buarque, onde cantou duas canções, ao lado de nomes como Miúcha, Cauby Peixoto e Bibi Ferreira. Transformado depois também em um DVD.

Em 2014, Maria Eugênia ousou ainda mais, como atriz, sendo protagonista do curta “Os 3 pecados” dirigido por Thaís Oliveira, depois de várias participações em outros filmes. Em 2022, realizou o Projeto Educanto, viajando por 24 cidades no interior de Goiás, encantando mais de 17 mil alunos. O sucesso foi tanto, que o Educanto que se realizou novamente em 2023.

Músicos:

Luiz Chaffin, direção musical e violão

Marcelo Maia, baixo

Fred Valle, bateria

Edilson Morais, percussão

Serviço

Palmas, 29/06

Teatro Sesc Palmas

20Hs

Entrada Franca

Qd. 502 Norte Av. LO – 16, Lt. 21-A Plano Diretor Norte

Hayla

Hayla

Comente

Relacionadas

Outras postagens